Venda de máquinas agrícolas dobra na Argentina e favorece Brasil

Foto: Repercussão / Internet
Foto: Repercussão / Internet

O aumento de safra no país vizinho tem garantido a produção de máquinas agrícolas não só na Argentina como também no Brasil. De janeiro a julho, as indústrias de máquinas colocaram 802 colheitadeiras de grãos nas revendedoras argentinas. Esse número supera em 95% o de igual período do ano passado.

Nesse mesmo período, a venda de tratores subiu para 4.342 unidades, 69% mais do que a dos meses de janeiro a julho de 2016. No mês passado, as vendas de colheitadeiras tiveram aumento de 100% na Argentina, em relação a julho de 2016. No mesmo período, a comercialização de tratores aumentou 38%.

Os produtores do país vizinho deverão produzir o recorde de 18,4 milhões de toneladas de trigo, 47 milhões de toneladas de milho e 57 milhões de soja. Com melhora na produtividade e utilização de mais tecnologia, os argentinos já fazem contas para a produção de pelo menos 150 milhões de toneladas de grãos nos próximos anos.

A indústria brasileira de máquinas, que elevou a produção neste ano, beneficia-se do bom momento argentino. Mas não é só isso. Há uma evolução de produção agrícola também no Uruguai e no Paraguai. Até Cuba tem impulsionado o setor industrial de máquinas agrícolas do Brasil com a compra de colhedoras de cana.

A produção brasileira de máquinas agrícolas aumentou 41% no primeiro semestre deste ano, em relação a 2016. Nesse mesmo período, as exportações aumentaram 29%.

O maior destaque fica para as vendas externas de colheitadeiras, cuja evolução foi de 106%.

Com informações do Portal do Agronegócio. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *