Julgamento de PMs acusados de chacina em SP prossegue hoje

O julgamento dos policiais militares e do guarda civil acusados de serem responsáveis por uma das maiores chacinas no estado de São Paulo, em 2015, continua nesta quinta-feira (21), a partir das 10h, com a fase de debates do Ministério Público e dos advogados de defesa dos réus.

Cada um deles terá três horas para falar e tentar convencer os jurados sobre a condenação ou inocência dos réus. Depois disso, já na sexta-feira (22), haverá espaço para as réplicas e tréplicas, com duas horas de duração cada uma. Ainda na sexta-feira, o Conselho de Sentença, formado por sete jurados, se reúne para discutir o destino dos réus. O julgamento ocorre no Fórum de Osasco, na Grande São Paulo.

Os policiais militares acusados são Fabrício Emmanuel Eleutério e Thiago Barbosa Henklain. Segundo o Ministério Público, eles teriam feito os disparos que mataram 17 pessoas, deixando outras sete feridas nas cidades de Osasco e Barueri, no dia 13 de agosto de 2015. Os PMs vão responder pelas 17 mortes e pelas sete tentativas de homicídio. Eles estão presos desde o início das investigações, assim como o guarda civil Sérgio Manhanhã.

Com informações da Agência Brasil. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *