Decisão do TRF suspende momentaneamente leilão de bens de Sérgio Cabral

Uma decisão do TRF desta quinta-feira (28) suspendeu momentaneamente o leilão de bens do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. A decisão é do desembargador Abel Gomes, relator da Lava Jato no tribunal.

A decisão acontece horas depois do juiz titular da 7ª Vara Criminal Federal do Rio, Marcelo Bretas, negar pedido da defesa do ex-governador Sérgio Cabral para cancelar os leilões de seus bens, marcados para os dias 3 e 11 de outubro. Os advogados de Cabral questionavam a a nomeação do leiloeiro Renato Guedes, que segundo eles não preenchia os requisitos legais para exercer a função. Bretas determinou, entretanto, a preservação de bens pessoais de Cabral e da família.

A decisão do TRF se refere a apelação da defesa de Cabral sobre o leiloeiro, que ainda não foi julgada pela corte. Como o TRF ainda não teve tempo de analisar a questão, o desembargador determinou a suspensão do leilão. “Sem adentrar na análise do mérito do apelo, verifico que a proximidade do primeiro ato de praça/ leilão indica que, sem a concessão de efeito suspensivo, o julgamento deste apelo, que ainda será remetido ao MPF para parecer, certamente perderia seu objeto”, disse ele na decisão

Informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *