PIB do Brasil deve crescer 2% em 2019, diz Cepal

Por Valor Online
O cenário de incerteza econômica internacional, ao invés de diminuir, irá se acentuar em 2019, segundo projeções da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) divulgada nesta quinta-feira.

De acordo com o Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe 2018, a expectativa é que o crescimento econômico da região seja de 1,7% no ano que vem, previsão ligeiramente inferior aos 1,8% anunciados anteriormente, no último mês de outubro.

A projeção de crescimento da região para este ano de 2018 também foi revista, de 1,3% para 1,2%.

Segundo a Cepal, o maior risco para o desempenho econômico da região em 2019 é a existência de uma deterioração abrupta das condições financeiras para as economias emergentes.

“Durante 2018, os mercados emergentes, incluindo a América Latina, mostraram uma importante redução nos fluxos de financiamento externo, já que aumentaram os níveis de risco soberano e suas moedas se depreciaram em relação ao dólar”, diz o relatório, indicando que não podem ser descartados novos episódios de deterioração nas condições financeiras futuras.

“É necessário contar com políticas públicas para fortalecer as fontes de crescimento e fazer frente ao panorama de incerteza a nível global”, afirmou a secretária-executiva da Cepal, Alicia Bárcena em comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *