Flávio Bolsonaro não comparece ao MP-RJ para esclarecimentos sobre relatório do Coaf

Esperado nesta quinta-feira (10) no Ministério Público para dar esclarecimentos sobre a movimentação financeira atípica de funcionários de seu gabinete na Alerj no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o deputado e senador eleito Flávio Bolsonaro não foi ao Ministério Público.

Na última terça-feira, familiares de Fabrício Queiroz, ex-motorista e assessor do de Flávio e cuja movimentação financeira registrou R$1,2 milhão em sua conta, segundo o COAF, também não foram ao Ministério Público.

Em nota, Flávio afirma que foi notificado apenas na segunda-feira (7), e que tem todo o interesse em esclarecer o caso, apesar de não ser investigado por qualquer crime. Como portador de foro privilegiado, ele pode escolher data, horário e local.

Por G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *