Corpo de Michael Jackson pode ser exumado após novas acusações de abuso sexual, diz site

O corpo de Michael Jackson pode ser exumado após uma série de acusações de abuso sexual ao longo de três décadas, segundo o site Radar Online.

De acordo com a publicação, as vítimas estão se reunindo e organizando um pedido de exumação além de um exame de DNA através das marcas deixadas em seus corpos.

Ao menos 11 novas denúncias de assédio e abuso sexual surgiram após a exibição do documentário “Leaving Neverland (Deixando Neverland, em tradução livre)”. Segundo o Radar Online, as supostas vítimas tinham entre 7 e 14 anos de idade na época.

“Amostras de DNA retiradas de seus restos mortais podem provar que estão dizendo a verdade”, disse uma fonte ao site. O cantor morreu em junho de 2009, aos 50 anos, após sofrer uma parada cardíaca.

“Leaving Neverland”

“Leaving Neverland” mostra dois homens de cerca de 30 e 40 anos que alegam ter feito amizade com Jackson e ter sido abusados sexualmente por ele a partir dos 7 e 10 anos de idade. O filme foi exibido na rede norte-americana HBO em 3 e 4 de março e no britânico Channel 4 em 6 e 7 de março.

Representantes do legado do artista, que morreu em 2009, disseram que as acusações são uma “tentativa patética de conseguir dinheiro fácil com o nome de Michael Jackson”.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *