Governador Mauro Mendes vai recuperar a saúde financeira da Casa de Misericórdia de Cuiabá

 

Por João Pedro Marques

Uma gestão temerária, banhada a fisiologismo, corrupção e incompetência levou a Santa Casa de Cuiabá à misericórdia.Anos de maus tratos, desvios e inconsequências administrativas instalaram o caos naquela instituição que tão bem faz a população do Estado.

 

Dizem as boas línguas, somente soltas agora, que seu respeitado diretor, empregava mulher, filhos, cunhados, genros, noras, irmãos e até suas empregadas e motoristas com salários astronômicos, além é claro de ter o descontrole das compras turbinadas sob sua supervisão e aprovação pessoal.

 

Lá 10% era gorjeta, o homem dizem, é insaciável. Queria tudo pra eles.Resultado: caos!

Mais uma vez, gestão foi escolhida em nosso pujante Estado por grau de circulação e barganha política, deu no que deu.Se existe uma instituição filantrópica que não recebe nãos de empresas e pessoa físicas na ânsia de colaborar,  esta é e sempre foi a Santa Casa.

 

Pena  que este crédito conquistado foi por água abaixo em função dessa máfia lá instalada, perdeu a credibilidade caindo no descrédito de colaboradores e doadores.Roubaram equipamentos, desviaram recursos, trataram como se fosse a cozinha de suas pomposas casas! Cadeia neles, publicidade aos malandros, desnudamento dos números. É isso que tem que ser feito agora.

 

Felizmente o Governador Mauro Mendes, consciente da necessidade da operação e atendimento que representa este importante hospital, tomou uma decisão mais que sensata e muito correta. Assumiu o controle!  Sem o bla bla bla que se fazia com protagonismo de faturamento de luzes. Mais uma vez, o governador e equipe provam e mostram com suas ações que a preocupação com o Estado e sua gente não é conversa de políticos como estamos acostumados. Inteligente e sagaz, esperou o momento certo. Deu corda, deixou os salvadores, que só tem conversa e buscam faturamento político se degladiarem,  mensurou a retomada, buscou equilíbrio, vislumbrou as possibilidades, fez as contas e decidiu pelo caminho da encampação.

 

Agora, com a gestão que lhe é peculiar, com a seriedade com que vem tratando o erário e com os instrumentos de controle que foram desenvolvidos no seu governo e administração, podem escrever: A Santa Casa de Cuiabá, vai se transformar a médio prazo num exemplo nacional.Para desespero de oportunistas e opositores de alimentação de desgraças, esta medida vai colocar em cheque ainda mais políticos demagógicos sob a desconfiança do povo.

 

Tudo é possível quando se trata de gestão, basta ter consciência e responsabilidade de que a pagar e receber sejam literais, transparentes e sem intervenções ou benefícios pessoais. A cada dia o exemplo do que estamos assistindo no Mato Grosso vem dando provas cabais de sua realidade. O caminho nunca esteve tão certo.

Parabéns governador, seus críticos estão ficando sem argumentos e com calças arriadas sob as pernas. O sucesso desta empreitada já está garantido!

Quem viver verá!

JPM-João Pedro Marques é advogado e jornalista,com escritórios em Brasília e Mato Grosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *