Doria se reúne com investidores estrangeiros em Londres

O governador de São Paulo, João Doria, está em Londres, no Reino Unido, para reuniões com investidores estrangeiros nos próximos cinco dias. Na manhã desta segunda-feira 8, ele já se encontrou com um grupo de empresários e representantes de fundos internacionais de investimentos do setor de infraestrutura. O encontro, realizado na embaixada brasileira em Londres, começou com um café da manhã, no qual Doria apresentou o programa de desestatização do governo de São Paulo, com o assessoramento do secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, do secretário de Relações Internacionais, Júlio Serson, e do presidente da InvestSP, Wilson Mello. Entre os investidores estrangeiros, destacaram-se executivos do Goldman Sachs, JP Morgan, HSBC, Bank of América Merrill Lynch, ST James Asset Management e Barings, entre dezenas de outros empresários. Doria apresentou o Plano de Concessões e PPPs (Parcerias Público-Privadas) do governo paulista, que inclui 21 projetos já em andamento em áreas como ferrovias, rodovias, aeroportos, parques, presídios e zoológico. Os projetos devem trazer ao Estado investimentos de R$ 40 bilhões.

Daqui a pouco, a comitiva do governador almoça com o embaixador brasileiro no Reino Unido, Fred Arruda. Depois, na parte da tarede o governador se reúne com Ashley Murdoch, CEO e fundador da CoreThree. Acompanhado pelo Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, Doria vai conhecer o modelo de bilhetagem utilizado pela empresa, que, por meio do celular do usuário, inclui a possibilidade de pagamento para múltiplos modais, com diferenciação de regime de preço de acordo com o usuário. Doria vai conhecer também o sistema educacional do Reino Unido, conhecido como um grande centro na educação mundial. O objetivo é buscar parcerias para ampliar o acesso à educação e melhorar a qualidade de ensino nas escolas públicas com o lançamento de novas plataformas, sistemas para educação básica e formação de professores. “Com a reforma curricular brasileira, os estudantes a partir do 6º ano do ensino público passam a ter a disciplina de inglês na grade. Por isso, queremos conhecer o sistema para capacitação de professores na língua”, afirmou o Secretário de Relações Internacionais Julio Serson, que participa da comitiva do Governador ao Reino Unido.

Nesta terça-feira 9, está marcada uma visita ao centro de pesquisa da Astrazeneca, um dos maiores grupos farmacêuticos do mundo, em Cambridge. A empresa, que possui fábrica no interior paulista há 20 anos, demonstrou interesse em construir um centro de inovação em São Paulo. Na manhã de quarta-feira 10, o governador abrirá o seminário SP Investment Opportunities in The State of São Paulo, na sede do Linklaters, escritório de advocacia multinacional sediado em Londres. Cerca de 80 participantes, entre empresários e representantes de fundos de investimento e de pensão, seguradoras e consultorias participam do encontro promovido pela Invest SP, agência de promoção de investimentos do Governo de São Paulo. Após o seminário, Doria almoça com o príncipe Andrew. O governador retorna a São Paulo na sexta-feira.

Da Redação, com informações da IstoÉ. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *