POLÍTICA ECONÔMICA: Dólar têm viés de baixa com investidor à espera de dados do governo. Confira outras informações na coluna JPM desta segunda-feira (22)

RADAR

De acordo com  informações do mercado financeiro, o  dólar opera com viés de baixa no mercado à vista nesta segunda-feira, 22, após ter registrado leve alta pontual depois da abertura, em meio a um giro de negócios ainda bem fraco. O investidor aguarda  a agenda semanal, que  traz o IPCA-15 nesta terça-feira e medidas de liberação de contas ativas e inativas de FGTS na quarta-feira.Na última sessão, o dólar fechou em alta, em linha com o sinal externo, e as taxas futuras ficaram perto da estabilidade e com liquidez reduzida.

 META FISCAL

A expectativa do mercado é grande  depois que o presidente Jair Bolsonaro ter afirmado  haverá um “novo corte” no Orçamento de R$ 2,5 bilhões. O objetivo é que o governo cumpra a meta fiscal no fim do ano que permite um rombo nas contas públicas de até R$ 139 bilhões. Além disso, lideranças de caminhoneiros voltam a ameaçar com paralisação.

 

DISPUTA
O ruídos nos bastidores políticos aumentam diante da  possibilidade de o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ser indicado para o cargo de embaixador do Brasil nos EUA . Está acirrada a  disputa interna pelo comando do PSL paulista e pela escolha de um nome para disputar a Prefeitura de São Paulo nas eleições de 2020.
OPINIÃO NERVOSA
 Nesta segunda-feira (22), o  presidente da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal, Edvandir Paiva, disseque a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, de suspender processos que utilizem dados fiscais compartilhados sem autorização judicial, é a mesma coisa que “matar” órgãos de inteligência destinados à essa função.

 

BONDADE

Conforme avaliação de lideranças politica, nos primeiros 200 dias do seu governo, o presidente Jair Bolsonaro tomou decisões que agradaram aos segmentos que mais deram apoio para sua eleição no ano passado: militares, policiais, evangélicos, ruralistas e caminhoneiros. A prioridade dada a esses grupos virou motivo para ataques de partidos da oposição, que veem no gesto do Planalto um fator que mantém a polarização política no País.

COTAÇÃO EVANGÉLICA

Um dos segmentos contemplados foi o dos evangélicos receberam os últimos acenos do presidente, como o afrouxamento de regras fiscais e o compromisso público de indicar para uma vaga no Supremo Tribunal Federal um jurista “terrivelmente evangélico”. O nome mais cotado é o do advogado-geral da União, André Mendonça, um presbiteriano. Em negociações com a frente parlamentar evangélica, também reduziu exigências na prestação de contas de filiais de igrejas

 MORDOMIAS

Tribunais de contas de todo o País registram  exemplos de criação ou ratificação de benefícios, nos últimos anos, que elevam consideravelmente os salários. O Tribunal de Contas de Mato Grosso, por exemplo, paga um “vale-livro” anual que em janeiro chegou a R$ 70,9 mil. No Distrito Federal e Goiás, os tribunais incorporaram benefícios temporários aos salários.

APAGANDO FOGO

Como forma de minimizar os comentários , o presidente Jair Bolsonaro disse que não existe constrangimento em sua visita à Bahia, marcada para esta semana, após criticar alguns governadores do Nordeste. Em conversa com os jornalistas, na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que o Nordeste é “sua terra”.

APAGANDO FOGO II

“Bahia é Brasil, não tem problema”, disse. Está programada uma visita à cidade baiana de Vitória da Conquista, na próxima terça-feira (23), para inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha. “Nordeste é Brasil, é minha terra. Eu ando em qualquer lugar do território brasileiro”, completou.

NEGOCIAÇÃO

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que vai suspender a nova resolução sobre a política de pisos mínimos do frete rodoviário, estabelecida e publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na última quinta-feira (18). Em entrevista nesta segunda-feira (22), ele declarou que fará uma nova rodada de negociações com os caminhoneiros.

 

PROJEÇÃO

Pesquisa Focus divulgada hoje  aponta que o mercado reduziu a projeção para IPCA para 2019 de 3,82% para 3,78%, mas manteve para 2020 em 3,90%. Já a projeção para Selic em 2019 permaneceu em 5,50%, mas reduziu para 2020 de 6,00% para 5,75% ao ano. A estimativa para o PIB 2029 passou de crescimento de 0,81% para 0,82%, enquanto para 2020 segue em 2,10%

CONFIANÇA

.O Índice de Confiança da Indústria (ICI) apurado na prévia da sondagem de julho teve um recuo de 1,7 ponto em relação ao resultado fechado de junho, para 94,0 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).No mercado de câmbio, às 9h33 desta segunda, o dólar à vista caía 0,07%, a R$ 3,7438. O dólar futuro para agosto recuava 0,11%, a R$ 3,7460.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *